sábado, 5 de abril de 2008

Massa segue como favorito à vitória

"Como sempre, brasileiro não consegue disfarçar a decepção".


Segundo colocado no grid após dominar praticamente todos os treinos, Felipe Massa culpou o tráfego pelo tempo registrado na última parte da classificação de hoje, no Bahrein.

De qualquer forma, largar na primeira fila era o principal objetivo do brasileiro, que segue na condição de favorito à vitória na corrida de amanhã. Kubica, apesar de estar na pole, deve ser uns dos primeiros a parar para o reabastecimento.

Se fizer uma boa largada, mantendo na pior das hipóteses a posição de partida, se o carro não der mancadas e se o piloto não cometer erros, dificilmente Felipe perderá o GP barenita. Pela superioridade da Ferrari e a velocidade demonstrada pelo brazuca, a prova tem inclusive boas chances de ser sonolenta, cansativa e chata. Ao menos lá na frente.

Caso Massa confirme o que dele se espera, a grande briga será então pelo segundo lugar, este em teoria bastante concorrido entre Kubica, Lewis Hamilton (3º no grid), Kimi Raikkonen (4º) e Heikki Kovalainen (5º).

Os finlandeses, porém, parecem um pouco distantes dessa batalha. Aliás, muito ruim o desempenho do atual campeão da categoria no circuito de Sakhir. Se ao menos mantiver a seqüência de terceiros lugares no deserto — desde 2005 chega nesta posição —, poderá dizer que conseguiu um resultado mediano.

Esquisito no treino deste sábado foi Nick Heidfeld ter completado apenas uma tentativa de volta rápida no “Q3”. Marcou o sexto tempo e voltou para a garagem. Teria sido por estratégia? Difícil. Ficou a pinta mesmo de algum problema.

O prêmio “volta por cima” foi para a Toyota de Jarno Trulli, que obteve um bom sétimo posto, logo à frente de Nico Rosberg, com a Williams. Jenson Button também alcançou uma colocação satisfatória; a nono. Em décimo e certamente com o tanque cheio, a exemplo do que aconteceu nas duas etapas anteriores, larga o bicampeão Fernando Alonso.

Dentre os que ficaram no segundo pelotão, temos destaques positivos e negativos. Mark Webber, por exemplo, foi a maior decepção do ensaio, assim como a Red Bull por completo. O australiano foi apenas o 11º, enquanto David Coulthard sequer avançou para a segunda parte da classificação, estacionando em 17º.

Rubens Barrichello foi outro que deixou a desejar. Foi o 12º, dois postos à frente de Nelson Piquet, que piorou um degrau em relação ao grid do GP da Malásia. Segue aprendendo...

Faltou falarmos do ponto positivo: a 15ª passagem de Sébastien Bourdais. Foi o melhor treino do francês na categoria e a primeira vez em que superou o xará-companheiro Vettel na “grelha”, como diriam os portugueses.

Palpite para amanhã? Passeio e vitória de Massa, Hamilton em segundo, Kubica na terceira posição e uma corrida monótona. Ah, não se esqueçam de programar o relógio para acordar na hora; a largada é às 8h30 (de Brasília).

Grid de largada:
1) Robert Kubica (POL/BMW), 1min33s096
2) Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1min33s123
3) Lewis Hamilton (ING/McLaren), 1min33s292
4) Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min33s418
5) Heikki Kovalainen (FIN/McLaren), 1min33s488
6) Nick Heidfeld (ALE/BMW), 1min33s737
7) Jarno Trulli (ITA/Toyota), 1min33s994
8) Nico Rosberg (ALE/Williams), 1min34s015
9) Jenson Button (ING/Honda), 1min35s057
10) Fernando Alonso (ESP/Renault), 1min35s115

11) Mark Webber (AUS/Red Bull), 1min32s371
12) Rubens Barrichello (BRA/Honda), 1min32s508
13) Timo Glock (ALE/Toyota), 1min32s528
14) Nelson Piquet (BRA/Renault), 1min32s790
15) Sébastien Bourdais (FRA/Toro Rosso), 1min32s915
16) Kazuki Nakajima (JAP/Williams), 1min32s943

17) David Coulthard (ESC/Red Bull), 1min33s433
18) Giancarlo Fisichella (ITA/Force India), 1min33s501
19) Sebastian Vettel (ALE/Toro Rosso), 1min33s562
20) Adrian Sutil (ALE/Force India), 1min33s845
21) Anthony Davidson (ING/Super Aguri), 1min34s140
22) Takuma Sato (JAP/Super Aguri), 1min35s725

Um comentário:

Luis disse...

Não deu para o Massa, fazer o quê...Só não pode vacilar amanhã, né? Meu pódio é Massa, Raikkonen, Hamilton.