sexta-feira, 4 de abril de 2008

Massa pisa fundo no deserto

Ao que parece, Felipe Massa segue o caminho para fazer do circuito do Bahrein uma outra “Turquia”. Em outras palavras, uma pista onde ele costuma se sentir bastante à vontade e acelerar muito forte.

No segundo treino livre desta sexta-feira, o ferrarista deu um baile nos adversários. Chegou a perder a melhor volta para o companheiro Kimi Raikkonen nos instantes finais da sessão, mas retornou à pista e colocou impressionantes 0s907 sobre o giro do finlandês.

Seria muita presunção achar que tamanha diferença será mantida amanhã, mas não deixa de ser estimulante para o brazuca terminar um dia de trabalhos desta forma. Muito bom para levantar o moral, principalmente neste momento em que necessita de um expressivo resultado.

A avassaladora volta de Massa, no entanto, teve de dividir a posição de manchete do dia com a forte batida de Lewis Hamilton. O líder do campeonato perdeu o controle do MP4/23 após passar pela zebra e foi lançado com força na barreira de pneus. O carro se desmanchou, mas o piloto nada sofreu.

Não bastasse o acidente, o inglês ainda teve de sentir o gostinho amargo de ficar atrás do companheiro de equipe, Heikki Kovalainen, o terceiro colocado. A BMW andou melhor no treino da tarde, subindo para o quinto posto com Robert Kubica.

A Williams, por sua vez, caiu um pouco. Nico Rosberg foi o sexto, mas na combinação dos treinos encerrou a sexta com a terceira marca. Outra boa notícia para o Brasil foi o bom desempenho de Nelson Piquet, que ficou em décimo com uma passagem mais de meio segundo superior à de Fernando Alonso.

Rubens Barrichello continuou lá atrás, na 16ª colocação. Mas a grande decepção mesmo foi a Toyota, única equipe a treinar com a Ferrari no Bahrein durante a pré-temporada. O time ocupou japonês o 14º e 15º lugares.

Promessa de uma boa classificação amanhã, com ótimas chances de Massa largar novamente na pole-position. É o favorito.

Treino Livre 2:
1) Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1min31s420 (30 voltas)
2) Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min32s327 (30)
3) Heikki Kovalainen (FIN/McLaren), 1min32s752 (30)
4) Lewis Hamilton (ING/McLaren), 1min32s847 (26)
5) Robert Kubica (POL/BMW), 1min32s915 (29)
6) Nico Rosberg (ALE/Williams), 1min33s022 (34)
7) David Coulthard (ESC/Red Bull), 1min33s048 (27)
8) Kazuki Nakajima (JAP/Williams), 1min33s098 (33)
9) Sébastien Bourdais (FRA/Toro Rosso), 1min33s197 (37)
10) Nelson Piquet (BRA/Renault), 1min33s247 (37)
11) Jenson Button (ING/Honda), 1min33s710 (33)
12) Fernando Alonso (ESP/Renault), 1min33s755 (26)
13) Mark Webber (AUS/Red Bull), 1min33s782 (34)
14) Jarno Trulli (ITA/Toyota), 1min33s822 (38)
15) Timo Glock (ALE/Toyota), 1min33s856 (30)
16) Rubens Barrichello (BRA/Honda), 1min33s966 (35)
17) Nick Heidfeld (ALE/BMW), 1min34s023 (36)
18) Giancarlo Fisichella (ITA/Force India), 1min34s388 (35)
19) Adrian Sutil (ALE/Force India), 1min34s405 (34)
20) Sebastian Vettel (ALE/Toro Rosso), 1min34s787 (30)
21) Takuma Sato (JAP/Super Aguri), 1min35s288 (24)
22) Anthony Davidson (ING/Super Aguri), 1min35s712 (25)

Um comentário:

Luis disse...

Brigar pelo título vai ser difícil. Mas essa corrida o Massa ganha. Já está no papo.