terça-feira, 15 de abril de 2008

Semana de aberrações em Barcelona

Lá se foram dois dos quatro dias de testes da Fórmula 1 no circuito de Barcelona. E com as sessões desta semana, vieram muitas novidades aerodinâmicas nos bólidos, com destaque especial para os apetrechos de Ferrari, Honda e Renault. Elas, porém, não foram as únicas a testar novos componentes no traçado espanhol. Dê uma espiada nas imagens:

Bico furado: A Ferrari, confirmando recentes especulações, testou uma nova asa dianteira com duas cavidades na altura da suspensão, visando melhorar o fluxo de ar e dar mais estabilidade à frente do monoposto. A solução, ao que tudo indica, deve estrear em corridas já no GP da Espanha.

O retorno das orelhas de Dumbo: Em maio de 2007, a Honda levou para os testes de Barcelona um aparato bizarro que recebeu o apelido de orelhas de elefante. Quase um ano depois, os japoneses voltaram a avaliar o apêndice aerodinâmico. Se vai ser utilizado em prova, já é uma outra história.

Frankenstein francês: Desesperada para transformar o carro ruim em uma máquina competitiva, a Renault está atirando para todos os lados. Nesta terça-feira, utilizou uma cobertura de motor de estilo bigorna, idêntica à adotada pela Red Bull. Além disso, incorporou o par de calotas dianteiras inventado pela Ferrari.

Mais uma na base do Ctrl C...: Nas rodas dianteiras, as calotas criadas pela Ferrari. Nas laterais, bem à frente das entradas de ar dos radiadores, a Red Bull adaptou uma haste vertical, semelhante a da BMW.

Receitas conhecidas: A McLaren não testou nada de inédito até o momento, mas avaliou algumas de suas soluções já confeccionadas. Na foto de cima, o carro com o qual Lewis Hamilton participou dos testes desta terça-feira. Abaixo, Pedro de La Rosa com o MP4/23 equipado com asas dianteira e traseira destinadas às pistas de alta velocidade.

Ambos os pilotos, contudo, andaram com a calota dianteira alongada, versão apresentada durante os treinos de inverno pelo time prateado.

Mudança sutil: A Williams foi discreta na possível evolução aerodinâmica de seu modelo. Trabalhou em uma nova prancha para o bico (foto de baixo), com linhas mais acentuadas que as da asa anterior (foto de cima).

Um comentário:

Luis disse...

Se não me engano, a asa dianteira mais curvilínea e a traseira praticamente reta foram usadas pela McLaren no GP da Itália do ano passado. Agora a Renault está bizarra. Horrorosa!!!