segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Identidades da classe de 2008

Apesar de não ser mais a marca registrada de muitos pilotos, já que a maioria entrou na onda de estrear um novo visual no início de cada temporada — isso quando não resolvem mudar durante o campeonato —, o capacete ainda é a melhor forma de se identificar um corredor. Que tal então darmos uma espiada nos cascos apresentados para o torneio deste ano?

Kimi Raikkonen: Manteve a base utilizada no ano anterior, mas adicionou algumas formas tribais tanto acima como abaixo da viseira, áreas que também ganharam uma nova cor: o vermelho em lugar do branco.

Felipe Massa: Ostenta o layout usado em 2007. O que pode variar, de acordo com a vontade do piloto, é a distribuição de cores. Nos testes de inverno, o brasileiro andou com dois estilos: um com os desenhos do “queixo” pintados de amarelo e outro colorido de verde.

Nick Heidfeld: Embora seja o mesmo desenho do ano passado, as cores são bastante diferentes. As principais alterações estão na parte central, onde o alemão trocou as linhas em cinza com fundo branco por uma mancha negra, e na base, antes em cinza e agora na cor branca.Robert Kubica: Depois de usar um modelo branco e preto no Brasil, o polonês retoma a configuração vermelha e azul, com destaque para a bandeira de sua nação na lateral.

Fernando Alonso: Ao sair da McLaren, o espanhol resolveu deixar para trás o lado negro. Abandonou o belíssimo capacete preto com detalhes em cinza e estreou um modelo semelhante ao usado na campanha do bicampeonato, em 2006. O destaque fica para a tonalidade azul celeste e o par de ases desenhados na parte de trás, em referência aos seus dois títulos conquistados na categoria.

Nelson Ângelo Piquet: Uma reprodução do layout que marcou a carreira de seu pai. A diferença está nas cores, laranja com traços em azul, as mesmas do banco ING, patrocinador da Renault.

Nico Rosberg: Idêntico ao de 2007.

Kazuki Nakajima: Idêntico ao de 2007.

David Coulthard: A bandeira da Escócia segue inalterada no limpo e bonito casco do veterano.

Mark Webber: Idêntico ao de 2007.

Jarno Trulli: O campeão das mudanças acertou em cheio na nova aparência, em que o vermelho metálico tornou-se cor predominante, no lugar do cinza.

Timo Glock: Trocou o fundo laranja e as extremidades em azul por variações de vermelho, que realçaram a bandeira da Alemanha e deixaram o casco mais agradável.

Sébastien Bourdais: O estreante francês levou para a F-1 as cores que se tornaram bastante conhecidas nas últimas quatro temporadas da Fórmula Mundial, onde se sagrou tetracampeão.

Sebastian Vettel: Continua com o modelo pouco criativo que nada mais é do que a identidade visual da marca Red Bull.

Jenson Button: I-G-U-A-L-Z-I-N-H-O HÁ O-I-T-O A-N-O-S.

Rubens Barrichello: Outro capacete pertencente à turma dos intactos. Só falta saber se o brasileiro usará novamente aquele esquisito sistema de aquecimento, que exibe as cores do casco de acordo com a temperatura ambiente.

Takuma Sato: Nos poucos testes feitos pela Super Aguri, o japonês foi para a pista com o mesmo desenho de capacete usado desde sua chegada à categoria máxima do automobilismo.

Anthony Davidson: Idem a Sato.

Adrian Sutil: Esse sim deveria mudar o péssimo gosto. Mas não, resolveu seguir com a salada de frutas de patrocinadores. Alguém, aliás, saberia dizer qual é a cor desta obra-prima?

Giancarlo Fisichella: De novo, apenas os patrocinadores. Saem os da Renault para entrarem os da Force Índia.

Lewis Hamilton: Apesar de jovem, não se deixou levar pela febre de mudar a aparência e seguiu com o desenho adotado desde as categorias de base.

Heikki Kovalainen: Continuou com os traços (em vermelho) utilizados em 2007 e explorou o cinza e o preto para criar uma combinação harmoniosa com o carro da McLaren. O único problema é que ficou muito parecido com o capacete usado pelo compatriota Raikkonen em 2006.

4 comentários:

Thiago disse...

O mais bonito da atualidade é o do Coulthard. Simples e marcante! Agora o mais feio é mesmo o do Sutil. Que gosto sem vergonha.

TheOvniBoss disse...

Bom... eu realmente não gostei de nenhum... Talvez do Raikkonen.. Mas meu preferido sempre vai ser o do Ayrton Senna e Nigel Mansel

Eduardo disse...

o capacete do coulthard e do trulli são simplesmente muito loucos!!

Luis disse...

Gostava do capacete do Mika Hakkinen também. Desses de hoje, o melhorzinho é o do Trulli.