segunda-feira, 3 de março de 2008

O favoritismo do finlandês


Campeão de 2007 e um candidato mais do que sério para o título de 2008

Em menos de duas semanas, os olhos dos amantes do automobilismo estarão voltados para Melbourne, local da primeira etapa da Fórmula 1 na temporada 2008. É verdade, os testes de pré-temporada, como sempre, foram inconclusivos em relação à possibilidade de se apontar um favorito para o título, mas arrisco dizer que o finlandês Kimi Raikkonen tem grandes chances de faturar o bicampeonato.

Naturalmente, o primeiro e mais forte fator favorável ao "Iceman" é a ótima fase que vive, fora e, sobretudo, dentro das pistas. A reação de Raikkonen na segunda metade do campeonato do ano passado foi daquelas históricas, e impediu que os pilotos da McLaren faturassem um título que parecia sacramentado.

O F2008, novo carro da Ferrari, também deverá ajudar Raikkonen a revalidar o campeonato. Segundo afirmam os próprios pilotos da categoria, a equipe italiana está lado-a-lado com a McLaren em termos de competitividade e desempenho, ambas em alto nível.

Outro diferencial para Raikkonen é justamente a maior experiência que possui na comparação com os rivais de McLaren, Hamilton e Kovalainen. Num campeonato em que o auxílio da eletrônica será reduzido, com o fim do controle de tração, Kimi desfrutará de uma vantagem, ainda que sutil, já que compete na categoria desde 2001, enquanto a dupla prateada estreou apenas em 2007.

Mas onde entra Felipe Massa nesse contexto? Essa é uma boa pergunta e para a qual, sinceramente, ainda não tenho uma resposta bem definida. O brasileiro, aliás, será uma das maiores incógnitas da temporada: será que continuará andando um pouco atrás de Kimi ou terá força e velocidade para se impor e assumir uma postura de aspirante ao título?

De qualquer forma, a princípio, não há como negar. O favorito para o campeonato que está para começar é mesmo Kimi Raikkonen.

3 comentários:

Leonardo Braga disse...

Assino embaixo: 2008 será de Kimi!

Reinaldo disse...

Se o Massa tomar de novo, pode esquecer qualquer sonho de ser campeão pela Ferrari. O negócio será pegar o boné e partir para outro time.

Bernardo K disse...

F1 é muito mais complicado do que andar na frente.
O Massa precisa ser mais constante. Se ele pontuar em pelo menos terceiro lugar em todas as corridas tem chance de disputar o título. O ano passado nos mostrou claramente como precisa ter sorte e estar no lugar certo para vencer.