terça-feira, 29 de abril de 2008

Corrigindo os “Globais”

Um dia perfeito para corrigir o que foi dito aos milhões de telespectadores brasileiros durante a transmissão do GP da Espanha, disputado no fim de semana. Há sete anos, acontecia a etapa espanhola da temporada 2001, que ficaria marcada pelo abandono de Mika Hakkinen em plena última volta, a poucos metros da vitória — não foi em 2000, como os “Globais” informaram.

Outro equívoco foi quando disseram que o finlandês havia largado na pole. Tanto em 2000 quanto em 2001, a posição de honra do grid foi conquistada por Michael Schumacher e o segundo lugar ficou com Hakkinen.

E também não foi o piloto da Ferrari que deu carona para o bicampeão na volta aos boxes (falaram isso também). Foi David Coulthard, com a outra McLaren.

Sobre o GP da Espanha de 2001, vale também a lembrança de que simbolizou o encontro de dois campeões da Fórmula Indy na festa do champanhe: Juan Pablo Montoya (2º), em seu primeiro pódio na categoria, e Jacques Villeneuve (3º), no seu penúltimo.

2 comentários:

Pezzolo disse...

saudades dos dois: montoya e villeneuve.
parabpens pelo blog, vou linkar lá no plog do pezzolo

marcelo costa disse...

É como eu falo sempre o Galvão é mais ANIMADOR DE TORCIDA que narrador de esporte, custa dar uma "estudadinha" e deixar anotado em uma papel, porque usar bloco de nota no pc deve ser uma DIFICULDADEEEEEEEE!
Pelo amor de Deus o cara ganha uma fortuna para falar um monte de merd...(vivo desviando na frente da tv para não voar na cara).
Ta vendo por isso que não pode tirar a razão do Piquet querer ver a corrida pela net em vez da Tv.
Se ele comete esses erros na Formula 1 imagine nos outros esporte...aff
Parabéns pelo Blog conheci através do Blog do Capelli ja add aos favoritos!

"A pergunta que fica no "ar"...É animador de torcida ou enganador de torcida...rsrs"


Abraços!